Quarta-Feira, 19 de Novembro de 2014, 19h:02 A | A

Morre Claudio Pieroni, um dos quatro conselheiros do Brasil no CGIE

Foto Desiderio Peron - Revista Insieme / Arquivo

pieroni10.jpg

Claudio Pieroni (no círculo), no encerramento do Congresso do Maie, em Curitiba, em 01/09/2012

CURITIBA – PR – Um dos quatro representantes do Brasil no CGIE – Consiglio Generale degli Italiani all'Estero, João Claudio Pieroni, faleceu na noite passada em São Paulo, em consequência de ataque cardíaco. Ele fora eleito para o cargo nas eleições de 2004 para um mandato de cinco anos, prorrogado sucessivas vezes juntamente com as eleições dos Comites – Comitati degli Italiani all'Estero.
Pieroni, nascido em 1949, foi candidato a deputado nas últimas eleições parlamentares italianas pelo Maie – Movimento Associativo Italiani all'Estero, liderado pelo argentino Ricardo Merlo. Nas eleições parlamentares italianas anteriores, ele pleiteara o mesmo posto atrevés do movimento Aisa – Associacioni Italiane in Sud America.
Além de suas atividades, foi presidente do Comites de SP, da Fecibesp - Federação das Entidades Culturais Italo Brasileiras do Estado de São Paulo e, honrando suas origens, mantinha estreita ligação com a Toscana, destacando-se pelas suas atividades dentro da associação, notadamente a “Toscani nel Mondo”. Pieroni reivindicava como sua a ideia da “task force cittadinanza”, um esforço concentrado para a solução das filas da cidadania por direito de sangue diante dos consulados que, no Brasil, acabou fracassando.
Já pela manhã, nas redes sociais, diversos colegas seus lamentavam a perda de “um grande amigo”.
Uma das primeiras a postar foi Silvia Alciati, presidente do Comites de Belo Horizonte, lembrando-o pela “perseverança e dedicação incondicional à comunidade italiana”.
Seu companheiro de CGIE, Walter Petruzziello, dizia: “Recebo com muita tristeza a noticia da morte do amigo Claudio Pieroni. Pieroni foi meu companheiro de luta no Consiglio Generale degli Italiani all'Estero, além de termos disputado as eleições parlamentares (ele a Câmara e eu ao Senado), pelo Movimento Associativo Italiani Estero . Foi um amigo leal e sempre me chamou de "fratello". A família de Pieroni, deixo meu sentimento de tristeza e me uno a eles neste momento de dor. Pieroni é mais um amigo que vai integrar o CGIE no céu”.
Também o deputado Ricardo Merlo manifestou seu pesar pelo falecimento de Pieroni, “um luto que atinge, não apenas a sua família, mas a comunidade italiana no Brasil”. “Neste triste dia – continuou Merlo – lembro com afeto e comoção o homem generosamente empenhado no sosical, o conselheiro do CGIE que conciliou num único percurso de vida suas duas paixões – a Itália e o Brasil  -  dedicando sua vida à proteção da italianidade e aos direitos dos italianos residentes no exterior, o amigo e companheiro de batalhas políticas uma vez que foi também candidato do Maie”.
Em comunicado à imprensa, o deputado Fábio Porta também lamentou a morte de Pieroni, dizendo que, sem ele, os italianos do Brasil estão “um pouco mais sozinhos”. “A vida e as obras de Claudio Pieroni foram quase que intreiramente dedicadas à grande comunidade italiana de SP e do Brasil”, acrescentou Porta, assinalando que o associativismo italiano e os órgãos de representações dos irtalianos no exterior tiveram nele um “incansável paladino de todas as batalhas”. “Não esquecerei jamais sua figura – acentua Porta – suas longas perorações, as tantas discussões onde, mesmo partindo de posições às vezes antiéticas, convergíamos no comum amor e na comum paixão pela bela e grande comunidade dos italianos de São Paulo e do Brasil”.
O coordenador do Maie no Brasil, Luis Molossi, postando foto do congresso do movimento no Brasil, realizado em Curitiba, que contou com a participação de Pieroni,  deu seu adeus ao conselheiro assim:  “Arrivederci caro amico Claudio Pieroni, un grande dell´associazionismo in Brasile. Perdiamo tutti noi”.
O cargo de Pieroni no CGIE não deverá ser preenchido pois desconhece-se seu suplente e até porque as próximas eleições para esse órgão deverão ocorrer em seguida às novamente adiadas eleições dos Comites, agora marcadas para 17 de abril do ano próximo. Os outros três conselheiros são Antonio Laspro, Mario Araldi e Walter Petruzziello.

Pieroni no Congresso Continental do CGIE em Buenos Aires, em junho de 2010.

Postar um novo comentário

Captcha

Comentários

  • Comente esta notícia


Copyright © 2014 - SOMMO Editora Ltda - Fone/Fax (041) 3366-1469 - Caixa Postal: 4808 - CEP: 82960-981 - Curitiba/PR