Quarta-Feira, 27 de Agosto de 2014, 21h:13 A | A

Fibra obtem apoio formal do Legislativo paulista para a causa do Talian

Foto Desiderio Peron / Arquivo Insieme

massolini2.jpg

Paulo Massolini, presidente da Fibra e sua luta pelo reconhecimento do Talian.

 

 

CURITIBA – PR - A luta encabeçada pela Federação das Associações Ítalo-Brasileiras do Rio Grande do Sul - Fibra pelo reconhecimento do Talian como “língua de referência cultural brasileira” acaba de receber um aliado de peso: a Assembléia Legislativa do Estado de São Paulo - Alesp.

Segundo informa o presidente da Fibra, José Paulo Massolini, após parecer da Comissão de Educação e Cultura, a Alesp encaminhou expediente à Presidência da República solicitando que “promova, de forma ágil e criteriosa, através do Ministério da Cultura, a análise do merecimento pela língua Talian do título de 'Referência Cultural Brasileira'”.

Segundo o parecer da Alesp, o Talian “é uma variante da língua vêneta, falada especialmente no sul do Brasil, resultado da vinda de imigrantes italianos a partir do final do éculo XIX” e “atualmente milhões de brasileiros se comunicam por esse dialeto, sendo que algumas centenas de milhares de brasileiros o tem como primeiro idioma”.

O Talian, ainda segundo a Alesp, “é parte inegável do patrimônio linguístico brasileiro, relacionando-se com nossa cultura e com nossa história, motivo pelo qual seu estudo, sua referência e sua preservação devem ser estimulados”.

A Fibra é autora do pedido de reconhecimento e registro da língua Talian como Patrimônio Cultural Imaterial do Brasil e, segundo ainda assinala o parecer da Alesp, o Talian “foi inventariado nos termos do Decreto Federal número 7.387, de 2010, que instituiu o Inventário Nacional da Diversidade Linguística”. No artigo terceiro do referido decreto estabeleceu-se que o Talian deverá receber o título de “Referência Cultural Brasileira” e, assim sendo, a luta da Fibra é legítima – observa do parecer da Alesp. Em São Paulo residem, aduz, ainda o parecer da Alesp, pelo menos 10% dos falantes de Talian no Brasil.

O ofício encaminhado pela Alesp à Presidência da República tem a data de 12 de maio de 2014 e tem o seguinte teor: “Levo ao conhecimento de Vossa Excelência haver sido aprovada por esta Assembléia Legislativa, em sessão de 05/05/14, a Moção número 7, de 2014, apresentada pela Comissão de Educação e Cutlura. A referida moção, nos termos da cópia inclusa, apela a Vossa Excelência a fim de que realize, por mio do Ministério da Cultura, análise ágil e criteriosa com vistas ao reconhecimento, pela língua talian, do título de “Referência Cultural Brasileira”, nos termos do Decreto Federal número 7.387, de 20120”. O ofício tem a assinatura do presidente da Alesp, deputado Samuel Moreira.

Segundo Massolini, a luta pelo reconhecimento do Talian, há algum tempo, já obteve o apoio formal dos goverrnadores e Assembléias Legislativas do Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná e Espírito Santo.

 

Postar um novo comentário

Captcha

Comentários (1)

  • Solange Soccol | Quinta-Feira, 28 de Agosto de 2014, 21h18
    0
    0

    NDEMO AVANTI.... LA FEMOOOOO ...BRAOOOOO....



Copyright © 2014 - SOMMO Editora Ltda - Fone/Fax (041) 3366-1469 - Caixa Postal: 4808 - CEP: 82960-981 - Curitiba/PR