Notícias

Terça-Feira, 25 de Agosto de 2009, 22h:56 A | A

Consulado de Curitiba corrige erro informado à Embaixada

número de processos analisados pela `task force` é bem superior ao divulgado

CURITIBA – PR – A tabela contendo o relatório suscinto dos resultados obtidos pela 'task force cittadinanza' no Brasil desde o início dos trabalhos até 30.06.2009 contém dois erros que alteram substancialmente os números finais. O erro, segundo correspondência enviada pelo Consulado Geral de Curitiba à Embaixada da Itália, em Brasília, está no número total de processos examinados na jurisdição consular do Paraná e Santa Catarina, que passa dos 1.159 informados para 3.654, e no número de transcrições de certidões de nascimento, que totaliza 6.605, e não os 2.605 anteriormente informados.

A informação foi transmitida pelo vice-cônsul Vittoriano Speranza à Embaixada no último dia 24 e, em seguida, informada por e-mail à redação da revista Insieme e ao Comites de Curitiba. “Confirmo ter sido verificado um erro na interpretação dos quesitos dos pontos 3 e 4” – escreveu Speranza à Embaixada. “Os dados fornecidos por este Consulado Geral se referem ao segundo trimestre de 2009, enquanto os dados corretos, a partir da data de constituição da 'task force' em 30.06.2009, são: ponto 3 + 3.654 (não 1.159), ponto 4 = 6.605 (não 2.152)”.

A tabela anteriormente divulgada foi a primeira verificação de resultados do mutirão que deverá acontecer trimestralmente. Foi encaminhada ao Intercomites (órgão de cúpula dos Comites do Brasil), que se reuniu recentemente na cidade do Recife. Com a correção informada, Curitiba continua sendo a única circunscrição consular onde o número de reconhecimentos finais de cidadania italiana por direito de sangue é maior que o número de processos analisados. A média continua pouco acima de 1,8 reconhecimentos por processo. Na fila de espera em todos os consulados estão, segundo o relatório encaminhado pela Embaixada ao Intercomites 653.559 pessoas para 162.487 processos, o que significa uma média pouco maior que quatro pessoas por processo.

A 'task force cittadinanza' é o termo que denomina o esforço concentrado determinado pelo governo italiano para zerar a grande fila de espera de requerentes ao reconhecimento da cidadania italiana por direito de sangue. Pelos cálculos iniciais, isso deverá ocorrer em dois anos, máximo dois anos e meio a contar do início dos trabalhos. 

Postar um novo comentário

Captcha

Comentários (1)

  • eudes joao zeni | Sábado, 24 de Janeiro de 2015, 14h59
    0
    0

    eu sou descendente de andrea lorenzo zeni, meu nome e eudes joao zeni, estou na fila a 8 anos e nada do meu reconhecimento, gostaria de saber se alguem pode me dar alguma notícia posotiva.



Copyright © 2014 - SOMMO Editora Ltda - Fone/Fax (041) 3366-1469 - Caixa Postal: 4808 - CEP: 82960-981 - Curitiba/PR